Vamos todos ficar bem” tem sido cada vez mais uma onda positiva espalhada pelas nossas janelas…

E sem dúvida que as nossas crianças são peritas em fazer os desenhos mais inocentes e inundados de vaidade e esperança…

Tudo isto numa altura em que se pede a todos para que se cumpram medidas de proteção para evitar o contágio por Coronavírus, Covid-19, tais como: lavar bem as mãos e desinfetá-las com antibacterianos que não danifiquem a pele, tossir ou espirrar para o braço e evitar contacto com pessoas infetadas.

Mas também é importante lembrar que a alimentação pode ser um dos maiores aliados ao bem-estar, nomeadamente na altura em que for ao supermercado e precisar de reabastecer a sua dispensa, não tendo forçosamente de trazer para casa tudo quanto existe, por si só, numa única prateleira…

Não sejamos tão egoístas ao ponto da notícia que pode ser lida aqui, em que houve uma pessoa idosa que foi fotografada a olhar para as prateleiras vazias de um supermercado e que estava em lágrimas, em Melbourne, Austrália, enfim…

E por isso mesmo, acrescentem-se agora algumas das várias recomendações dadas pela Direção-Geral da Saúde, tal como se pode ler aqui, nomeadamente a ver o abastecimento de certos alimentos numa situação de emergência:

  • Planear o abastecimento de alimentos para até 10 dias;
  • Optar por alimentos que tenham um longo prazo de validade ou que não necessitem de ser cozinhados, refrigerados ou de água para consumo;
  • Armazenar pelo menos um garrafão de água de 6 litros por pessoa, de forma a obter um abastecimento suficiente para até 10 dias;
  • Para pessoas que seguem dietas especiais ou apresentem alergias alimentares, planear os alimentos mais adequados com antecedência;
  • Ter atenção à medicação, podendo incluir-se um multivitamínico;
  • Evitar alimentos ricos em sal e muito condimentados para não aumentar a sede;
  • Proteger os alimentos de fontes de contaminação, mantendo-os num local seco e fresco e por ordem segundo o sistema “FIFO” (First In, First Out), ou seja, o primeiro a entrar será o primeiro a sair, segundo os prazos de validade, de forma a que sejam substituídos por outros mais recentes.

Em resumo, optar por hábitos mais saudáveis à mesa que nos ajudem, e da forma mais natural possível, a fortalecer o sistema imunitário, será a nossa melhor opção, acreditem!

E assim vos convido agora a relerem os seguintes temas existentes neste blog, ora a ver com sugestões de receitas mais saudáveis, ora a ver com, digamos que, a nossa «farmácia caseira» (clicar em cada um dos tópicos abaixo):

0
(Visited 57 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *