Ora sejam muito bem vindos ao meu blogue Cozinha Com Rosto, seja no caso de ser a primeira vez ou não que aqui venham pesquisar sobre alguma coisa, como por exemplo: aquela receita culinária que mais vos apetece provar, aquela máquina de cozinha que mais vos dava jeito ter na cozinha, aquele livro de cozinha que só de olhar vos inspira…
 
Pois bem, desta vez vou mostrar-vos que máquina fotográfica é que afinal decidi comprar recentemente, se bem que, por pouco, eu não era mais uma daquelas clientes extremamente desapontadas com a Amazon, no sentido de ter feito uma encomenda num dia e mais tarde ter sido necessário reclamar, devido àquele enorme problema de atrasos nas compras online, gerados aquando da passada época do Natal!
 
É que, tanto quanto eu sei, a transportadora em causa não conseguia, de maneira alguma, dar vazão ao pico de pedidos vindos de Portugal, tal como mostra a notícia presente no link abaixo, donde extraí o seguinte parágrafo: “No início de novembro, a Amazon tinha anunciado portes de envio grátis para Portugal em encomendas a partir da empresa de Espanha, desde que essas atingissem determinado valor. O comunicado provocou uma avalanche de pedidos e a SEUR, uma das transportadoras que entrega os produtos viu-se sem mãos a medir.”

Mas lá me decidi dirigir antes presencialmente a uma certa loja Worten em Lisboa, de forma a tirar também melhor partido dos modelos expostos ao nível de máquinas fotográficas DSLR, comparando e testando, ao mesmo tempo que ía analisando até que ponto é que determinado equipamento seria capaz de dar um impulso renovado às minhas fotografias e vídeos que por aqui vou publicando, bem como através do meu canal Youtube Cozinha Com Rosto, entre outras redes sociais.

Seguindo-se a mesma ordem de ideias, optei por comparar fundamentalmente modelos entre as marcas Nikon e Canon, já que, por um lado, a primeira máquina fotográfica propriamente dita, escolhida por mim acerca de 1 ano, fora a Nikon COOLPIX L840, tal como podem recordar no Unboxing realizado na altura, e, por outro, devido ao facto de ter feito várias pesquisas pela Internet ao longo de várias semanas, donde retirei algumas conclusões importantes mediante o tipo de trabalhos que a partir de agora tencionava começar a desenvolver, sem esquecer de ir ao encontro das seguintes questões:
 
– Qual o meu orçamento disponível?
– Qual a qualidade da objetiva incluída no kit?
– Que outro tipo de acessórios poderão adquirir-se no futuro?
– Para que fim se destinará a máquina?
– Que características ergonómicas deverão salientar-se?
– Que sensor(es) detém?
– Qual a importância do visor?
– Qual a sua fonte de alimentação?
– Quais os sistemas de armazenamento envolvidos?
– Que tipos de Interface/Sotware/aplicações possíveis interessam mais?
– Que outros tipos de funcionalidades e/ou aspetos técnicos deverão estar incluídos?

Só sei que saíra bastante satisfeita daquela loja, com a referida aquisição, como se de uma prenda se tratasse para mim própria a poucos dias do Natal, e em promoção, do Kit CANON EOS 77D + EF – S18 – 55 F4 – 5.6 IS STMpelo valor de 889,99€!

Conteúdo presente na caixa demonstrada nos vídeos:

– Corpo da câmara digital EOS 77D; 
– Ocular EF;
– Tampa da câmara R-F-3; 
– Correia larga EW-100DBV;
– Carregador de bateria LC-E17E; 
– Bateria LP-E17; 
– Cabo de alimentação; 
– Kit de manual de utilizador;
– Objetiva Canon EF-S 18-55mm f/4-5.6 IS STM

Algumas características técnicas:

– 24,2 megapixels; 
– DIGIC 7;
– 45 pontos AF; 
– Dual Pixel CMOS AF;
– Vídeo em Full HD; 
– IS de 5 eixos;
– Wi-Fi e NFC; 
– Bluetooth®

Dimensões (L x A x P): 131,0 x 99,9 x 76,2 mm

Peso (incluindo bateria e cartão): cerca de 540 g

E desde logo comecei a planear mais um Unboxing, desta vez dividido em Parte 1 e Parte 2, tal como podem assistir neste texto, tendo recorrido aos seguintes equipamentos tecnológicos e editores de fotografia e de vídeo:

– captação de fotografia: Nikon COOLPIX L840
– gravação de vídeo: One Plus 3 DJI Osmo Mobile
– edição de fotografia: Digital Photo Professional 4 + Photoshop Online
– edição de vídeo: OpenShot Video Editor

Quero-vos também contar que a primeira grande experiência realizada em casa, em modo “estúdio de fotografia”, fora a propósito da construção do texto Dia de Aniversário do Blogue Cozinha Com Rosto: 6 de janeiro, para o qual ainda juntei os seguintes materiais:

– lâmpadas LED ​​E27 1000 lúmens com 4000K e 5000K de temperaturas de cor, adquiridas na loja IKEA.
– Kit Tripé MANFROTTO Befree, adquirido na loja Worten
– 64gb SanDisk Ultra Micro SD SDXC Cartão de Memória Uhs-i 100mb / s Classe 10, adquiriso na loja Worten

 Já agora, por acaso sabiam que o nome Canon provém de “Kwanon“, a deusa budista da Misericórdia?
 
Pois é, para além do facto de continuar bastante agradada com a máquina fotográfica em questão, ainda juntei ao meu lema “nós somos o que comemos“, já dizia Hipócrates, o pai da medicina há mais de 2500 anos, o seguinte slogan europeu da marca CanonYou Can (Tu consegues)!
 
De facto, é preciso deixar-nos inspirar, encorajando outros a atingir hoje metas que amanhã deixarão de ser intransponíveis! 
Na verdade, tal como está escrito no site Wikipédia:
 
– A Canon (キヤノン株式会社?) (Kyanon Kabushiki gaisha) é uma empresa multinacional japonesa que desenvolve e fabrica produtos como câmaras fotográficas, câmaras de vídeo, faxes, fotocopiadoras, scanneres, impressoras, sistemas de imagem, equipamentos ópticos para indústria de semicondutores, lentes profissionais para sistemas de envio de imagens, entre outros.
– O produto original da companhia, a câmera “Kwanon”, foi escolhido como uma homenagem à deusa budista da piedade absoluta, Kuan Yin.
– O nome original era Seikikōgaku kenkyūsho. Depois modificado para “Canon”. Escolhido por ter um som semelhante ao nome do primeiro produto, e pelo significado de “Kwanon” implicar em precisão, no que a empresa desejava associar.
– Fundada em 1934, em Tokyo, Japão, criada por Takeshi Mitarai, com os funcionários da empresa (ainda pequena), o Laboratório de Instrumentos de Precisão (SKK) foi constituído em 1933 para especializar as câmeras fotográficas para melhorem suas qualidades, sendo importadas a alto preço pelos países distintos. O primeiro produto da empresa foi fabricado ainda quando a se chamava Kwanon, nome da antiga deusa da Ásia, e mais tarde a empresa foi se chamar Canon, traduzido pelos Webster’s como “padrão de comparações”, por causa da ambição de a empresa chegar ao padrão chamado de Alta Tecnologia.
Apresentem-se de seguida algumas notas não menos importantes a ver com o amplo reconhecimento da marca Canon:
 
– A Canon foi galardoada com o prémio Marca de Câmaras de Confiança (Most Trusted Camera Brand) da Reader’s Digest, na Europa, durante 11 anos consecutivos. 
– A Canon ficou classificada em 33.º entre As Melhores Marcas Globais (Best Global Brands) da Business Week 
– A Canon ficou classificada em 3.º lugar entre As Melhores Marcas Globais (Best Global Brands) da Interbrand, no Japão. 
– A Canon ficou classificada na 5.º posição da lista World’s Most Admired Companies 2011 Industry da revista Fortune (categoria “Computadores”).

E assim finalizo este texto, agradecendo a todos os que chegaram a este último parágrafo, desejando sinceramente que tenham ficado tanto ou mais inspiramos como eu, com mais vontade ainda para conseguir realizar todas as vossas resoluções para este ano de 2018, pois eu já comecei!
Até ao próximo texto!…

0
(Visited 15 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *