16 de outubro, comemorou-se o Dia Mundial do Pão, bem como o Dia Mundial da Alimentação

A data fora instituída, ora pela União Internacional de Padeiros e Afins em 2000, ora aquando da fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, em 1945, respetivamente.

No que diz respeito ao Dia Mundial do Pão, podemos afirmar que o pão é, sem dúvida, o alimento mais popular e versátil do mundo. Ele é, digamos que, uma peça chave na alimentação diária, uma vez que também é de custo baixo e talvez um dos alimentos que menos mal faz à nossa saúde! 
Desta forma, o mesmo existe hoje de diversas formas e formatos por todo o mundo, seja o pão de espelta, o pão de milho, o pão de alfarroba, o pão de malte…

Na verdade, o seu primeiro registo relativo a pão fermentado, data de, aproximadamente, 4 mil anos a.C., quando os egípcios, realizaram a fermentação de uma massa de trigo, amassando-o com os pés, apesar de ser feito a partir de espécies de trigo de qualidade inferior, já que o de qualidade superior estaria reservado para os ricos.
Entretanto, foram os romanos que espalharam o seu consumo pela Europa, pois era costume fazer-se uma cruz na massa do pão e rezar para que ele crescesse bastante, originando um corte que ainda se usa atualmente. 
Já agora, até à Idade Média, o número de pães servia como uma forma de pagamento. Mas, para os cristãos, por exemplo, o pão é um alimento sagrado, pois representa um símbolo do corpo de Deus, da vida e de partilha!

RECEITA NA CATEGORIA DE SNACK: Pão Recheado com Queijo e Bacon
Ingredientes:
  • 1 pão de trigo caseiro alto
  • 2 dentes de alho picados
  • 6 colheres de sopa de maionese
  • 1 embalagem de queijo ralado
  • tomilho q. b.
  • 1 embalagem de bacon cortado aos cubos
  • 1 chouriço caseiro cortado aos cubos
Confeção:
1) cortar o pão no topo, para depois retirar o miolo e reservar

2) preparar o recheio, juntando muito bem os restantes ingredientes
3) colocar o preparado anterior dentro do pão reservado anteriormente, para depois ser levado ao forno a cerca de 200ºC, até o queijo dourar, juntamente com o miolo que entretanto fora também cortado às fatias, de forma a ficar igualmente tostado com um pouco de azeite

Quanto ao Dia Mundial da Alimentação, este tema costuma agregar cerca de 150 países, incluindo Portugal, em que todas as atividades e informações podem ser devidamente encontradas no site FAO, nomeadamente ao nível dos objetivos, tais como:

  • Alertar para a necessidade da produção alimentar e reforçar a necessidade de parcerias a vários níveis;
  • Alertar para a problemática da fome, pobreza e desnutrição no mundo;
  • Reforçar a cooperação económica e técnica entre países em desenvolvimento;
  • Promover a transferência de tecnologias para os países em desenvolvimento;
  • Encorajar a participação da população rural, na tomada de decisões que influenciem as suas condições de vida.
RECEITA NA CATEGORIA DE SNACK: Pão Gratinado com Gambas, Fiambre e Cogumelos
Ingredientes:
  • 1 pão escuro alto
  • 1 embalagem de queijo ralado
  • 1 cebola picada
  • 1 tomate maduro
  • 1/2 copo de vinho branco
  • óregãos q. b.
  • 1 folha de louro
  • 1 embalagem de fiambre cortado aos cubos
  • 1 embalagem de presunto cortado às fatias finas
  • 1 lata de cogumelos laminados
  • 1 embalagem de gambas pré-cozinhas e ultracongeladas

Confeção:

1) cortar o pão no topo, para depois retirar o miolo e reservar


2) preparar o recheio, juntando muito bem os seguintes ingredientes, exceto o queijo ralado, de forma a fazer um refogado simples só com um pouco de azeite no fundo de uma frigideira e em lume brando



3) espalhar primeiro uma parte do queijo ralado no interior do pão reservado anteriormente e só depois o preparado anterior, seguido do restante queijo por cima, para depois ser levado ao forno a cerca de 200ºC, até o respetivo queijo dourar, juntamente com o miolo que entretanto também fora cortado às fatias, de forma a ficar igualmente tostado com um pouco de azeite



Acrescente-se que o número de habitantes do planeta deverá ultrapassar os nove bilhões de pessoas em 2050, logo a produção mundial de alimentos irá ter de aumentar cerca de 60%, de forma dar resposta às necessidades alimentares da população mundial, não devendo esquecer-se também que:

“Alimentos são desperdiçados de várias formas: pela produção em excesso, ao caírem dos caminhões durante o transporte, ficando em estoque… Entretanto, boa parte do desperdício ocorre exatamente onde o alimento deveria ser aproveitado: na cozinha. O descarte de cascas, sementes e raízes que poderiam ser usadas em diversas receitas é um exemplo de como jogamos na lixeira o que deveria estar no prato. A alimentação sustentável combate este processo, por meio do aproveitamento integral, do planejamento na hora de ir às compras e da conservação. Menos lixo acumulado, menos dinheiro gasto em vão e melhor distribuição de mantimentos. Tudo isso com pequenas mudanças no dia a dia.”

(fontehttp://www.bancodealimentos.org.br/alimentacao-sustentavel/dia-mundial-da-alimentacao-2017/)

Por outro lado, ainda importa sublinhar o seguinte:

A migração é parte do processo de desenvolvimento, como economias sofrem transformação estrutural e pessoas em busca de melhores oportunidades de emprego no seu país e além das suas fronteiras. O desafio é abordar os factores estruturais de grandes movimentos populacionais para fazer seguro migração, ordenada e regular. Assim, a migração pode contribuir para o crescimento económico e melhorar a segurança alimentar e meios de subsistência rurais, promovendo assim o progresso dos países em alcançar o desenvolvimento sustentável do Milênio.”

(outras fontes: www.calendarr.com,
0
(Visited 38 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *