Tal como a própria aplicação City Guide disponível para smartphones na App Store, Play Store e Windows Store sugere como mote, Caldas da Rainha é uma cidade hospitaleira, saudável, tradicional e artística!

Na minha opinião, o turismo de Caldas da Rainha tem desenvolvido bastante, com uma agenda cada vez mais vivaz no que toca à construção de roteiros a ver com verdadeiros locais de interesse e naturalmente emblemáticos envolta da cidade e arredores, tais como: Praça da República, Ermida de S. Sebastião, Chafariz das Cinco Bicas, Hospital Termal Rainha D. Leonor, Igreja Nº Sª Pópulo, Museu do Hospital e das Caldas, Parque D. Carlos I, Museu de José Malhoa, Casa – Museu São Rafael, Museu de Cerâmica, Centro de Artes. 

Aliás, no próprio Posto de Turismo, que é onde normalmente me dirijo sempre em algum local menos conhecido à partida, em busca de variadíssimas informações a ver com alojamento, restauração, artesanato, eventos, etc, foi-me sabiamente descrita essa mesma funcionalidade e versatilidade na utilização desse tipo de tecnologia e consequente integração das pessoas com o meio envolvente, digamos que, apenas à distância de um clique!

Quanto às suas histórias e tradições mais longínquas, ao nível da gastronomia mais singular e marcante, proliferá para sempre uma influência do tipo conventual, como as trouxas das Caldas, as lampreias de ovos ou as famosas cavacas ou os beijinhos (visitem o texto A GASTRONOMIA DE PORTUGAL NA OPINIÃO DE VIRGÍLIO GOMES NOGUEIRO GOMES, a propósito do tema Cavacas de Caldas da Rainha presente nos livros “Doces da nossa vida” e “Dicionário Prático da Cozinha Portuguesa”).

Já agora, no que diz respeito aos pratos típicos da região, existe uma grande procura pela pescaria da Lagoa de Óbidos, como por exemplo o Ensopado de Enguias da Lagoa, as Caldeiradas ou os mariscos da Lagoa.

Tudo começou com a construção daquele que é considerado, por muitos, o primeiro Hospital Termal do mundo, tendo D. Leonor custeado a construção do mesmo, iniciando-se os trabalhos em 1484.
E é no Largo do Conde de Fontalva que se situa a estátua da própria D. Leonor, celebrando-se aí mesmo o dia 15 de maio, o dia da cidade, que sendo feita em gesso, é parte integrante da coleção permanente do Museu José Malhoa, por sua vez localizado no centro do Parque D. Carlos I.

Este mesmo parque, tal como posso comprovar, fica a cerca de 1h de Lisboa, podendo ser visitado todos os dias e de forma amplamente gratuita, logo um pouco semelhante ao que acontece com a intitulada Praça da Fruta, onde eu tive a oportunidade de, ainda durante a parte da manhã de um determinado dia de férias do passado verão, adquirir alguns tipos de produtos hortofrutícolas frescos, e não só (visitem o texto O PROJETO “GRAMAS COM SABOR”)

Mas ainda contém um Parque Infantil, um lago com patos à solta e barcos a remos e um Clube de Ténis, por exemplo, para além de um fantástico café/restaurante denominado Raizes, verdadeiramente apaixonante que serve refeições a preços bastante razoáveis e bem confecionados até, fazendo-se acompanhar ora de uma fantástica esplanada, ora de um tipo de decoração no seu interior capaz de nos fazer atrair logo que começamos a aproximar-nos do balcão a fim de saber quais é que eram mesmo os pratos disponíveis no momento, pois a fome já apertava, uma vez que o relógio colocado ao cimo da Junta de Freguesia, antes mesmo de eu passar pelo intitulado Mercado do Peixe, apontava quase para as 12h!



E por acaso já ouviram falar das loiças com a assinatura de Raphael Bordallo Pinheiro? Outro grande mestre na área da cerâmica artística versus desenho humorístico do nosso Portugal, sem dúvida, fruto do desenvolvimento também na área da pintura, donde as suas caricaturas são de longe as mais impressionantes, não concordam? Já agora, a chamada Fábrica de Faianças de Caldas da Rainha fora fundada a 30 de junho de 1884, que após a grande crise de 2008 fora recentemente adquirida pelo Grupo Visabeira de forma a assegurar a sua continuidade!

Para mais informações, por favor clique em:

Sugiro ainda clicar no vídeo abaixo:

0
(Visited 20 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *