É apaixonado por café? Então, este artigo, e também o próximo que irei publicar assim que for possível, é para si!

E foi por si que eu pensei em confecionar mais uma sobremesa tradicional portuguesa, mas desta vez com o objetivo principal de acompanhar cada gole do seu blend de café “Coração” da marca KAFFA, tendo este um sabor particularmente equilibrado e suave, já que, tal como pode ler aqui, “é produzido através de um sistema agrícola que limita o uso de pesticidas e fertilizantes químicos”.

Portanto, por favor continue a ler este texto e… inspire-se!

Em plena crise do coronavírus, preferencialmente há que fazer a compra de bens essenciais através das plataformas online, evitando, assim, saídas desnecessárias à rua, bem como perder demasiado tempo à espera de entrar num dado supermercado, ainda que seja à porta da nossa loja preferida!

E reafirmo que o café é apenas e só uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo, donde se incluem os portugueses!

E foi com grande entusiasmo que recebi, na minha casa, uma embalagem muito especial: 3 tipos de blends de café, denominados de “Namorados”, “Coração” e “Azulejo”, oriundos diretamente das instalações da fábrica da KAFFA, uma empresa portuguesa produtora de café encapsulado, tal como pode reler aqui.

Entretanto, pensei logo em preparar algo igualmente especial, de forma a acompanhar, por exemplo, o tal blend de café “Coração” referido acima, mas que ao mesmo tempo também contivesse café, por que não?

E qual é o doce tipicamente português, qual é ele, que todos nós já certamente experimentámos num restaurante, ou pelo menos durante a nossa infância?

Desde muito pequena que me lembro de ver sempre, nos armários da cozinha situada na casa dos meus pais em Leiria, um ou dois pacotes das enigmáticas “Bolachas Maria”, tendo-me habituado a saboreá-las, por exemplo, com manteiga, ao lanche. Mas havia quem as servisse, às suas crianças mais novas, na forma de papa, para além de que são ótimas para serem degustadas com café ou leite…

E muito embora comecem hoje a considerar que a “Bolacha Maria” é, afinal de contas, um tipo de bolacha menos saudável do que se pensava antes, indiscutivelmente é uma das mais populares e consumidas no mundo inteiro, contemplando a sua própria história!

A bolacha Maria é um tipo muito popular de doce feito com farinha de trigo, açúcar, óleo e essência de baunilha. O nome “Maria” (ou “Marie” em outras línguas) está gravado na superfície, com desenhos intrincados na orla.

A bolacha Maria foi criada em 1874 por um padeiro inglês para comemorar o casamento da grã-duquesa Maria Alexandrovna da Rússia com o Duque de Edimburgo.

Foi muito popular na Guerra Civil Espanhola, durante a qual foi considerada símbolo da prosperidade da economia ao ser produzida com os excedentes de trigo.”

(https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_(bolacha) )

O padrão intrincado das bolachas Maria é também recorrente em quase todas as bolachas produzidas nos diversos países e é um padrão russo popular na altura do casamento da princesa Maria e ainda pode ser encontrado em vários edifícios.”

(http://www.cognoscomm.com/arquivo/346/maria-bolacha-real/ )

Na minha opinião, com o aumento do consumo de produtos industrializados, é claro que também a “Bolacha Maria” sofreu as suas próprias «adaptações» ao nível de um ou outro ingrediente utilizado, bem como ao nível da receita propriamente dita, variando naturalmente de fabricante para fabricante, ou de região para região.

Por isso mesmo, fiquei decidida em ir para a cozinha e experimentar a fazer “Bolachas Maria Caseiras”!

Por outro lado, sabendo-se que existem variadíssimas receitas de sobremesas portuguesas que têm como base a mesma “Bolacha Maria”, com certeza que já provou o tradicional “Bolo de Bolacha”, mesmo que tenham igualmente decorrido, ao longo do tempo, diversas variações a partir da sua receita original, estou certa?

Desta forma, passo a apresentar a receita das “Bolachas Maria Caseiras”, para, no próximo texto a publicar brevemente, partilhar consigo, meu caro leitor deste Blog, a receita tradicional do “Bolo de Bolacha”, vamos a isso?

RECEITA DA CATEGORIA DE SNACKS: Bolacha Maria (receita confecionada na Bimby)

Ingredientes:

  • 250 g de manteiga
  • 250 g de açúcar
  • 2 ovos
  • 750 g de farinha
  • 1 colher de sobremesa de fermento em pó
  • Leite q. b.

Confeção:

  1. Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby, exceto o leite, e marcar 1 min, na velocidade espiga, de forma a adicionar, aos poucos, o leite, cerca de 50 g, até a massa ficar feita.
  2. Depois de retirar a massa do copo da Bimby, com as mãos untadas em óleo, formar uma bola, deixando-a repousar, durante algum tempo envolvida em película antiaderente, no frigorífico.
  3. Polvilhar a mesa de trabalho com farinha e estender a massa até ficar mais ou menos fina, para de seguida começar a cortar as bolachas em formato redondo, sugerindo introduzir, ao centro, a palavra “MARIA”.
  4. Colocar as bolachas num tabuleiro de ir de forno coberto com papel vegetal, deixando-as cozer até ficarem ligeiramente douradas a cerca de 180ºC.

(fonte: https://www.petiscos.com/receita.php?recid=15492&catid=33)

0
(Visited 61 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *