Em continuação do texto publicado anteriormente, Happy Easter!, aqui vai mais uma proposta de ementa para a vossa celebração da Páscoa em família!

Na verdade, a Semana Santa é uma tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo, que se inicia no domingo de Ramos, relembrando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, para depois terminar com a ressurreição de Jesus, que ocorre no domingo de Páscoa.

Mas a segunda-feira de Páscoa é ainda de festa, sendo até considerado feriado em numerosos países de todo o mundo. Nas Igrejas orientais e na Igreja Ortodoxa, por exemplo, o dia de amanhã é portanto conhecido como “Segunda-feira do Brilho” ou “Segunda-feira da Renovação“.

Aliás, por todo o nosso país, e não só, se continuará a celebrar a intitulada Semana da Pascoela, ou seja, a semana logo a seguir ao domingo de Páscoa:

  • “Ao domingo de Pascoela pela manhã, determinou o Capitão ir ouvir missa e sermão naquele ilhéu.” (Carta a El-Rei D. Manuel, de Pero Vaz de Caminha): a primeira missa no Brasil foi celebrada por Henrique de Coimbra, frade e bispo português, no dia 26 de abril de 1500 (6 de maio, no calendário atual), um domingo, na praia da Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália, no litoral sul da Bahia.
  • O dia 19 de abril de 1506 foi um domingo de Pascoela muito triste, a ver com o “Massacre de Lisboa”, que terá levado à morte de mais de quatro mil pessoas, quase todas cristãos-novos, assassinados por uma multidão que tomou conta das ruas de Lisboa em 1506.
  • A Segunda-feira de Sestas também é um dia festivo local, assinalado no concelho da Chamusca, correspondendo ao dia em que antigamente entrava em vigor o regime de Verão do horário laboral dos trabalhadores rurais: este dia é uma festa móvel, celebrando-se na segunda-feira seguinte ao Domingo de Pascoela, ou seja, na segunda segunda-feira após a Páscoa.
  • A Semana santa em Braga é considerada a principal atracção turística da cidade: nessa semana realizam-se todo um conjunto de manifestações culturais e religiosas como exposições, concertos, procissões e outras, em que os altares das Igrejas, cada um invocando uma cena da Paixão de Cristo, encontram-se decorados com flores e velas; os visitantes procuram essencialmente as grandes procissões noturnas que se caracterizam pelas centenas de figurantes , onde se conjugam harmoniosamente elementos da liturgia e da religiosidade popular, bem como antigas tradições e inovação; desde 23 de novembro de 2011 que está oficialmente “Declarada de Interesse para o Turismo”.
RECEITA NA CATEGORIA DE SNACK:
  • Wraps de Arroz com Gambas acompanhadas de Molho de Soja

Ingredientes:

  • 6 wraps de arroz de compra
  • 2 latas pequenas de rebentos de soja
  • 2 colheres de sopa de manjericão em pasta
  • 2 embalagens pequenas de gambas congeladas
  • molho de soja e cebolinho q. b.
  • sal e pimenta q. b.

Confeção:

  1. cozer as gambas com um pouco de sal e pimenta e reservar
  2. preparar uma taça de forma a misturar muito bem o seguinte: as gambas reservadas, os rebentos de soja e o manjericão em pasta
  3. preparar as wraps de arroz conforme as instruções inscritas na embalagem e reservar
  4. servir as wraps de arroz já com o recheio colocado, juntamente com o molho de soja misturado com o cebolinho a gosto
RECEITA NA CATEGORIA DE SOPA:
  • Sopa de Feijão Verde e Cenoura (receita confecionada na Bimby)

Ingredientes:

  • 1 cebola
  • 200 g batatas
  • 2 dentes de alho
  • 400 g cenouras
  • 30 g azeite
  • 300 g feijão verde
  • 1 l água
  • 1 curgete
  • Sal q.b

Confeção:

  1. Arranjar o feijão verde, para o colocar depois na varoma e reservar
  2. No copo, colocar a cebola, os dentes de alho, as batatas, a curgete e as cenouras, tudo cortados em pedaços
  3. Adicionar a água, o azeite e o sal, fechando logo a seguir o copo e colocar a varoma com o feijão, programando 25 minutos/temp. varoma/velocidade 1
  4. Retirar a varoma e triture a sopa na velocidade 3-5-7.
  5. Juntar o feijão verde no copo, colocar mais 5 minutos/temp. 100º/Counter-clockwise operation/velocidade 1
    6) Servir quente
RECEITA NA CATEGORIA DE PEIXE: Folhado Surpresa de Bacalhau servido com Salada de Cuscuz
  • Salada de Cuscuz

Ingredientes:

  • 1 medida de cuscuz
  • 1 lata pequena de ervilhas cozidas
  • 1 lata de milho cozido
  • Sal, pimenta e azeite q. b.

Confeção:

  1. Preparar o cuscuz numa taça, cobrindo-o de água a ferver, juntamente com o sal, pimenta e azeite a gosto, para depois ser tudo tapado entre 5 a 10 minutos com película aderente
  2. Mexer o preparado anterior com um garfo, para logo a seguir juntar o milho e as ervilhas
  3. Envolver tudo muito bem e colocar no frigorífico até à hora de servir
  • Folhado Surpresa de Bacalhau 

Ingredientes:

  • 1 folha de massa folhada de compra retangular
  • 1 embalagem de espinafres
  • 1 embalagem de bacalhau congelado demolhado e desfiado
  • Sementes de linhaça, sal, azeitonas, pimenta e azeite q. b.
  • 2 cebolas
  • 2 cenouras
  • 2 alhos
  • 2 ovos
  • 1 gema de ovo

Confeção:

  1. cozer o bacalhau em água a ferver juntamente com 2 ovos e reservar
  2. numa frigideira, fazer um refogado com a cebola cortadas às meias-luas juntamente com as cenouras raladas e um pouco de azeite, sal e pimenta e reservar
  3. na mesma frigideira, saltear os espinafres com os alhos inteiros esmagados e reservar
  4. formar um certo rolo de massa folhada, conforme se pode ver na imagem acima, no sentido de colocar, com algum cuidado, ao centro, as diferentes camadas pela seguinte ordem: espinafres salteados sem os alhos; refogado da cenoura com a cebola; bacalhau cozido e desfiado; ovos cozidos descascados e cortados aos pedaços pequenos
  5. espalhar com uma gema batida a parte de cima do rolo, bem como as sementes de linhaça a gosto
  6. levar o rolo ao forno, cerca de 30 minutos, pré-aquecido a 200ºC, para passados alguns minutos baixar para 160ºC
  7. servir com a Salada de Cuscuz descrita acima
RECEITA NA CATEGORIA DE SOBREMESA: Bolo de Laranja coberto com Glacé
Ingredientes:

Massa:

  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 100g de açúcar
  • sumo de 2 laranjas
  • 2 ovos
  • 100g de farinha
  • 1 c. de chá de fermento em pó
  • manteiga q. b.
Glacé:
  • sumo de laranja q. b.
  • 200g de açúcar fino
  • 1 clara de ovo
Confeção:
  1. pré-aquecer o forno a 180ºC e separar as gemas das claras de 2 ovos
  2. bater as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado
  3. verter o sumo das 2 laranjas, tal como o óleo, mexendo tudo muito bem
  4. adicionar a farinha e o fermento, tudo peneirado, batendo sempre até incorporar
  5. bater as claras em castelo e envolver tudo muito bem no preparado anterior
  6. forrar uma forma retangular com papel vegetal e untar tudo com um pouco de manteiga
  7. colocar a massa do bolo na forma e levar ao forno cerca de 30 minutos
  8. preparar o glacé: bater a clara de ovo em castelo, para logo a seguir, aos poucos, ir juntando o açúcar fino e o sumo de laranja
  9. retirar o bolo do forno, deixar arrefecer, para a seguir ser coberto com o glacé 

Já agora, para terminar este texto, em Proença-a-Velha, uma freguesia portuguesa do concelho de Idanha-a-Nova, celebram-se também várias festividades a ver com as intituladas “Tradições Quaresmais, Semana Santa e Festa Pascal”, como por exemplo:

  • 2.ª Feira da Páscoa: no dia a seguir à Páscoa, a população desloca-se em romagem até à Ermida de Nossa Senhora da Granja, situada no campo a cerca de 4 km da povoação; aqui, juntamente com os povos das outras freguesias vizinhas, realiza-se uma das mais antigas romarias da região, que para além das cerimónias religiosas, com Missa e Procissão ao redor do recinto, conta ainda com os cânticos ao som de adufe e o tradicional almoço convívio à sombra das oliveiras; até à década de 80 do século XX, uma grande parte da população de Proença incorporava-se numa procissão liderada pelo pároco e que saía da Igreja Matriz e seguia pelos campos até à Ermida.
  • 2.ª Feira da Pascoela: na segunda-feira seguinte, a da Pascoela, repete-se a ida à Senhora da Granja, mas agora com muito menos romeiros, numa festa fundamentalmente religiosa; à exceção, de há uns anos a esta parte, vai para os homens de Aldeia de Santa Margarida, que aqui se deslocam neste dia, para realizarem um almoço convívio no recinto junto à ermida.
receitas adaptadas da Revista Lusitana n.º 61 e do Livro ABC da Bimby)
0
(Visited 60 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *