Pavilhão de Portugal terá uma montra da gastronomia portuguesa na Expo 2020 Dubai, sob a batuta do Chef Chakall!

Chakall

Restaurante do Pavilhão de Portugal na exposição mundial reunirá o melhor da gastronomia e dos vinhos nacionais, fruto de uma parceria entre o Chef Chakall e o empresário Pedro Rodrigues. Espaço abre as portas hoje, dia 1 de outubro, a coincidir com a inauguração do certame que durará até março de 2022.

Lisboa, agosto 2021Al-Lusitano foi o nome escolhido para a marca do projeto de restauração que reúne o Chef Chakall e o empresário e Executive Chairman da PLM Global (plm.pt), Pedro Rodrigues. O projeto terá a sua primeira materialização com a inauguração, a 1 de outubro, do restaurante do pavilhão de Portugal na Expo 2020 Dubai. Apresentado em Lisboa, contou com a presença de diversos parceiros, marcas e personalidades, entre as quais Eurico Brilhante, Secretário de Estado da Internacionalização; Luís Castro Henriques, Presidente da AICEP e Comissário-geral de Portugal para a Expo 2020 Dubai; e, Khalid Aljarman, Encarregado de Negócios da Embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Portugal.

Durante a apresentação, Chakall afirmou: “Ser português é mais que um passaporte ou cartão de cidadão, é um sentimento. E eu sinto-me português. Vibro e emociono-me quando ouço o hino nacional ou fado. Nada melhor que homenagear o país que me acolheu de braços abertos e do qual me sinto parte integrante através do que gosto de fazer: cozinhar. Portugal inteiro estará à mesa, de norte a sul e passando pelas ilhas, com os melhores produtos e as marcas que disseram ‘Presente!’ desde o primeiro momento. Para mim é uma honra poder representar desta forma o país. Aqui não se trata de ser o Chakall a representar Portugal no Dubai. Somos todos, é todo um país que estará representado e vamos todos juntos levar o nosso melhor para a Expo 2020 Dubai.”

Luís Castro Henriques, Presidente da AICEP e Comissário-geral de Portugal para a Expo 2020 Dubai destacou o discurso patriótico do Chef Chakall e acrescentaria, entre diversos aspetos da participação de Portugal na Expo 2020 Dubai, “as empresas, as marcas e as pessoas que abraçaram esta aventura de levar o melhor da portugalidade ao Dubai, e que reflete o espírito da participação de Portugal nesta exposição ‘um mundo num país’, um país que se destaca e distingue por ser um enorme viveiro de talento e que aposta na diversidade.”

 Eurico Brilhante, Secretário de Estado da Internacionalização sublinhou que “a cultura une, junta as pessoas. Mais que um tema único, Portugal leva a imagem de um país aberto e mostra a força da sua diversidade. Nesse sentido, o Chef Chakall é um reflexo dessa diversidade, num mundo cada vez mais radical e polarizado. Temos chefs portugueses espalhados por todo o mundo. Produtos, marcas, pessoas que levam o ‘saber fazer’ para fora de portas. Acolhemos também muito talento e pessoas que nos acrescentam. Vamos chegar ao Dubai com esta ilustração de diversidade e de um talento enorme e vamos com a esperança de durante os meses que dura a exposição mundial transmitir diversos aspetos da nossa portugalidade e que perdure para lá da Expo 2020 Dubai.”

Pedro Rodrigues, Executive Chairman da PLM Global (plm.pt), atualmente a viver no Dubai, destacou e agradeceu a presença de todos “neste momento tão especial para mim e para todos os envolvidos, pelo seu alcance e significado. Por tudo aquilo que representa ao permitir-me que seja corresponsável por apresentar a nossa gastronomia e os nossos vinhos aos visitantes de todo o mundo no restaurante

Pavilhão de Portugal na Expo Dubai 2020. ‘Connecting minds, creating the future’: é esta a assinatura da exposição mundial que se avizinha e não poderia ser mais adequada para descrever também esta parceria tripartida representada pelo Al-Lusitano, uma ideia que começou a ser desenhada em 2020.

O facto de a empresa que tenho a honra de liderar, a PLM Global, já estar instalada nos Emiratos e ter assegurado a coordenação e a segurança de eventos de grande dimensão, foi um plus. Decidimos enfrentar o desafio e criar uma proposta de valor que leve o nível da gastronomia, e da arte de receber portuguesas, no seu expoente máximo.”

 O Restaurante

Chakall

Localizado na área dedicada à Sustentabilidade na exposição mundial que decorrerá até março de 2022, este espaço será uma montra da gastronomia, dos vinhos e do saber estar portugueses. No seu interior, com 80m2, a arquitetura convidará também os comensais a conhecerem Portugal, sendo decorado com azulejos e calçada portuguesa, entre outras referências arquitetónicas. O restaurante contará ainda com adicionais 140m2 de uma deslumbrante esplanada.

No que respeita à gastronomia, e tendo em conta a dimensão e relevância da Expo 2020 Dubai, a opção recaiu numa lista alargada de produtos endógenos repartidos pelo território do Continente e Ilhas, demonstrando a diversidade e qualidade da nossa alimentação. O menu proposto resulta de uma gastronomia mais tradicional que se baseia nos pratos típicos e icónicos de Portugal, primando pela utilização de produtos de excelência que revelem o verdadeiro sabor, autenticidade e carácter lusos.

Sempre respeitando os costumes gastronómicos dos Emirados Árabes Unidos, as ementas do restaurante incluirão assim desde os peixinhos da horta aos ovos com alheira (de aves), passando pelo mel, o queijo de cabra, o bacalhau, o polvo, o arroz de marisco, o azeite, as conservas, o famoso pastel de nata ou os ovos moles: Um país inteiro mostrado à mesa. Quanto aos vinhos, a carta apresentada incluirá mais de 200 referências, representativas do que melhor se produz nas diferentes regiões.

Este restaurante no Pavilhão de Portugal será apenas o primeiro de vários restaurantes que a dupla constituída pelo Chef Chakall e o empresário Pedro Rodrigues pretendem abrir nos Emirados Árabes Unidos, sob a chancela e conceito Al-Lusitano. A intenção, essa, é a de levar os sabores e saberes portugueses ao maior número de pessoas possível, através de uma marca assente na cultura e nas tradições lusas. 

Chef Chakall

Chef de Cozinha e Sócio Al-Lusitano

Chakall

Argentino de nascença e português de coração, Chakall segue o karma da família e torna-se na quarta geração de cozinheiros do clã. Comunicador por vocação, adora experimentar sabores, conhecer pessoas e perder-se em viagens. Um cidadão do Mundo que gosta de juntar culturas, amigos e comida descomplicada à mesa. Filho de 5 culturas (tanto quanto se sabe) com pais de origem galega, suíça-alemã, bascofrancês, italiana e indígena do norte da Argentina, Chakall é cidadão português por escolha e, como diz, por amor. O facto de falar 7 idiomas, entre os quais árabe, contribui para o facto de ser um embaixador natural de Portugal pelos quatro cantos do mundo. Estas são, de resto, as premissas que fazem de Chakall um dos chefs com maior relevância e notoriedade no panorama nacional e internacional.

Chegou a Lisboa em vésperas da Expo ‘98, um evento internacional que mudaria para sempre a cidade de Lisboa e a imagem de Portugal no palco internacional, e abriria, uma vez mais, “novos mundos ao mundo”, como celebraria Luís de Camões nos Lusíadas a propósito dos Descobrimentos.

O jovem Chakall, de passagem por Lisboa, cedo se apaixonou pelas gentes, mas foi a partir do ano 2000, que, regressado à capital portuguesa depois de uma longa viagem por África, se iria fixar em território nacional e dar azo ao seu talento na cozinha.

Criou a empresa de catering Cozinha Divina e rapidamente se destacou pela criatividade, capacidade de surpreender e trazer propostas inusitadas a um panorama gastronómico nacional ainda pouco criativo à época. Jantares privados, eventos corporativos, caterings oficiais ou team buildings, são alguns dos exemplos de criações tailor made que têm surpreendido o mercado nos últimos 20 anos, cujo reconhecimento público tem sido “carimbado” nos últimos anos pela chancela de PME Líder e PME de Excelência.

A par da Cozinha Divina criou diversos conceitos de restauração de que são exemplo: El Bulo Social Club, Refeitório Senhor Abel, L’Origine by Chakall, Areal Beach Bar by Chakall, Luz by Chakall, e mais recentemente, as hamburguerias Chakburger. Cada espaço um conceito, um menu específico, um design diferenciado, uma proposta inovadora.

É frequentemente desafiado a ser chef executivo de outros espaços, quer pela sua versatilidade, quer, muitas vezes pela forma como encara a sua relação gastronómica com Portugal. Não é, pois, de estranhar que seja o chef executivo de 3 restaurantes do Hotel Pr1me Energize, em Monte Gordo, no Algarve; do Super Bock – Beer & Gastronomy Restaurant, na China; ou dos restaurantes Bom Bom e Roça Sundy, em São Tomé e Príncipe.

Os dotes culinários aliados a um poder de comunicação único catapultou o Chef Chakall para vários “palcos”, tendo-se destacado na imprensa, programas de televisão e livros da sua autoria, entre outros projetos criativos.

No início da sua estada em Portugal, Chakall apaixonou-se pelo clima, criou laços com as pessoas, mas também se deixou encantar pela cultura e, claro, pelos produtos endógenos e pela diversidade gastronómica que povoa cada canto do país. Alguns dos seus programas de televisão como “Chakall & Pulga” e “Chakall na Quinta”, ou livros como “Portugal Revisitado” foram marcos importantes na sua relação com a portugalidade. Explorou Portugal de lés-a-lés e percorre o país anualmente participando em inúmeros eventos locais com dezenas de showcookings no curriculum.

É, há anos, embaixador de algumas das principais marcas portuguesas com expressão em todo o território nacional e com forte impacto a nível internacional como Delta Cafés (Grupo Nabeiro), Teka, Continente, SuperBock, Meo (Altice), Vitacress, Ovos Matinados, Caçarola e Cabeça de Toiro, só para nomear algumas; além de ser embaixador de marcas internacionais para o mercado português como a Peugeot e a Puma, entre outras.

Uma empresa de catering e eventos, mentor e fundador de 7 restaurantes, chef executivo de 6 restaurantes em Portugal, China e São Tomé e Príncipe. Mais de uma dezena de programas de televisão em Portugal, Espanha, Alemanha, China e República Dominicana. Mais de uma dezena de livros escritos em vários países e traduzidos em diversos idiomas. Mais de uma dezena de prémios ao longo das últimas duas décadas.

Isto são números, factos palpáveis, mas a carreira do Chef Chakall é, segundo o próprio, tão descomplicada e despretensiosa como a forma como encara a cozinha.

Pedro Rodrigues

Chairman PLM Global (plm.pt) e Sócio Al-Lusitano

Chakall

Pedro Rodrigues, nascido em 1970, é um empreendedor da quarta geração. Ao saber-fazer e ao sabergerir transmitidos pelos genes desde, pelo menos, os seus bisavós, o atual Executive Chairman da PLM Global e CEO da PLM Middle East juntou os seus próprios “ingredientes”, sendo os principais o desejo de aventura e a apetência por descobertas que o levaram a conhecer o mundo, desde a Aveiro onde nasceu até aos Emiratos Árabes Unidos onde reside desde o início de 2020, passando pela China que visita com regularidade. Uma vida à medida de quem sempre viu o mundo como um campo aberto de oportunidades.

Com vasta experiência em Gestão Empresarial, desde novo foi-lhe transmitido que “até de cascas de cebola se faz um bom negócio”, desde que gerido com sabedoria. É por isso que coloca a mesma paixão e entrega em tudo o que faz. E foi com essa dedicação que a PLM foi crescendo desde Aveiro até outras geografias em quatro continentes. Atualmente, é uma companhia global especialista em retail e que trabalha com grandes marcas de dimensão e prestígio mundiais, algumas delas no Top 10 das maiores empresas da ‘Fortune 500’.

Em 2019 dedicou-se à tecnologia Contactless Fair, um conceito transversal e multissensorial que através da realidade virtual permite viver experiências imersivas e únicas, num mundo cada vez mais digital, conceito que teve oportunidade de apresentar em Shenzhen nesse mesmo ano.

Logo no início da pandemia, Pedro Rodrigues, liderou a aposta na inovação e desenho de uma linha de soluções orientada especificamente para mitigar o risco de contágio da Covid-19, agregando o design, a tecnologia e a visão global da PLM.

Nasceu assim a marca Prevention que visava dar resposta aos desafios pandémicos.

Sendo uma tecnologia de gestão inteligente de acessos, a marca Prevention encontra-se hoje em vários sectores económicos com diferentes aplicações, não se definindo por linha exclusivamente pandémica.

Essa criatividade, design, produção e integração tecnológica fazem parte do “dicionário” do dia a dia de Pedro Rodrigues em qualquer ponto do globo e permitiram que a PLM criasse eventos, soluções tecnológicas ou ativações de marcas tão distintas e impactantes como a organização da oitava edição da Arab Aviation Summit, o primeiro evento presencial pós pandemia, a gestão de acessos da Middle East Fashion Week calendarizada para outubro de 2021 ou, ainda, o Pavilhão de Portugal na Expo2020 no Dubai.

Adepto do multitasking, leitor voraz desde livros a tutoriais do YouTube precisamente porque lhe permitem ir completando outras tarefas em paralelo, Pedro Rodrigues aproveita como preciosos todos os minutos do dia, mesmo que sejam passados numa boa conversa cujo propósito não existia previamente na preenchida agenda.

Viajante do improvável, sempre disposto a desbravar o desconhecido, food lover, fator com origem nos muitos convívios gastronómicos familiares e aprimorado nas experiências obtidas nas viagens permanentes sem resistência alguma a experimentar o que é local e autêntico.

#makeithappen é possivelmente a melhor hashtag que define Pedro Rodrigues. Alguém que abraça os desafios da mesma maneira que abraça as pessoas; com um sorriso franco, enorme energia e um otimismo contagiante.

Chakall

(fonte: Comunicação e Assessoria de Imprensa | The UP Food)

0
(Visited 51 times, 1 visits today)

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *